fbpx

Estado fiscaliza atendimento nas agências bancárias em Codó

A Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/MA) fiscalizou o atendimento ao consumidor em todos os bancos, nesta quinta-feira (9), no município de Codó, através da ‘Operação Paciência’. As agências foram flagradas cometendo irregularidades como tempo de espera superior a 20 minutos, banheiro único para homens, mulheres e pessoas com necessidades especiais, além de idosos esperando do lado de fora da agência por atendimento.

 

De acordo com o diretor-geral do órgão, Duarte Júnior, todas as agências serão notificadas proporcionalmente às irregularidades encontradas. “Seguindo as diretrizes do governador Flávio Dino, o Procon/MA busca a humanização nos serviços prestados em nosso estado”, afirmou.

 

A ação visou combater as irregularidades encontradas em cada banco. Foram verificados desde o tempo de espera dos clientes, acessibilidade, até mesmo avaliação de estrutura física para melhorar e humanizar o atendimento.

 

O autônomo Antônio Silva, 40 anos, contou que chegou ao banco pela manhã, mas que até às 14h ainda não havia sido atendido. “Estou na fila de espera e aguardando atendimento desde que o banco abriu as portas. O tratamento é desumano. As pessoas esperam por muito tempo e muitas vezes em pé”, disse.

 

O diretor participou da ação acompanhado pelos agentes de fiscalização e por representantes das unidades locais do Procon. A ‘Operação Paciência’ já fiscalizou 63 bancos, sendo 37 em São Luís, dois em Paço do Lumiar, sete em Bacabal, seis em Timon, cinco em Codó e seis em Caxias. Destes, todos foram notificados e 13 foram autuados. As ações serão realizadas durante todo o ano.

 

Denúncia

 

O Procon orienta o cidadão que ao verificar o descumprimento da lei deve formalizar uma denúncia no Procon de Codó, instalada na Rua Henrique Figueiredo, 489, Centro.

 

Em São Luís, a sede da Gerência do Consumidor, fica localizada na Rua do Egito, 207, Centro. A denúncia também pode ser feita pelas redes sociais (instragram: @proconmaranhao, twitter: @proconmaranhao e facebook: Procon Maranhão).

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support