Em diálogo, Duarte Jr propõe ações para a Praça dos Gatos

O 1° Diálogo de Proteção e Defesa Animal contou com presença de ONGs, órgãos públicos e sociedade civil

Foto/Divulgação: Duarte Jr entre representantes de órgãos públicos: ideias em prol da saúde pública e em defesa da causa animal

A criação de um centro estadual de controle de zoonoses, destinação de emendas para a causa animal e ações na Praça dos Gatos. Estas são algumas ações definidas no 1º Diálogo de Proteção e Defesa Animal, realizado nesta terça-feira, 9 de abril, no Plenarinho da Assembleia Legislativa, com o objetivo de dar início a um conjunto de atividades em prol da causa animal.

O deputado Duarte Jr, organizador do evento, se comprometeu a realizar ações contínuas na praça dos gatos, bem como proporcionar, por meio de investimento próprio, a castração e aquisição de vacinas para animais que hoje habitam o local.

“Será um projeto piloto e, se der certo, poderemos levar para outras localidades. Estamos estudando o local e identificamos que são cerca de 360 animais residindo no espaço. Com isso, se realizarmos ações periódicas na praça dos gatos, vamos diminuir e até mesmo acabar com a situação de abandono”, pontuou.

Duarte Jr ressaltou que a união dos defensores da causa animal é fundamental para que ocorram avanços na questão. “Com a participação de todos, conseguiremos sensibilizar os órgãos públicos e avançar na defesa dos direitos dos animais”, afirma o deputado.

Na ocasião, foram discutidas parcerias com a iniciativa privada e com a Vara de Interesses Difusos e Coletivos para implementar as ações e definir responsabilidades. Para Douglas Martins, juiz titular da Vara de Interesses Difusos, a iniciativa é fundamental, mas o sucesso das ações em defesa dos animais depende de conscientização e união dos defensores. “Tem gente que pensa que é perda de tempo e de dinheiro público ajudar os animais, que seria mais fácil matar. E os animais não têm como se defender, isso cabe a todos nós. Quanto mais pessoas se juntarem à causa, mais chances de vitória”, comentou o juiz, destacando ainda a união dos órgãos públicos estaduais e municipais, assim como a necessidade de cumprimento de ação civil do Ministério Público para que o município realize uma série de compromissos pelo fim do abandono de animais na praça dos gatos. Douglas Martins também parabenizou o deputado Duarte Jr. por levantar a bandeira da causa de forma muito responsável.

Castramóvel e abrigo estadual

O diretor do Hospital Veterinário da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), José Arnodson, falou sobre o primeiro mutirão gratuito do Castramóvel, que será realizado neste sábado, dia 13 de abril, na Cidade Operária, com o apoio do parlamentar e outras instituições. Zulmira Batista, chefe de zoonoses do Estado, garantiu parceria com a UEMA para aquisição de insumos e materiais para o Castramóvel. Para Francisca Neide, do Conselho Regional de Medicina Veterinária, São Luís precisa urgentemente de um abrigo estadual público de animais.

O deputado Duarte Jr informou que irá solicitar a instalação de um posto para atendimento de questões animais e do meio ambiente no Viva Beira-Mar, além de ressaltar a necessidade de campanhas educativas voltadas para o fim do abandono e que conscientizem a população sobre os direitos dos animais. “Divulgar projetos e campanhas educativas não custa quase nada e as redes sociais têm um poder e um alcance incríveis”, ressalta Duarte. Agora, as ideias discutidas na reunião deverão ser transformadas em ações efetivas através de parceria com instituições públicas, privadas e sociedade civil organizada, bem como através de indicações de Duarte Jr ao Governo do Estado. Uma indicação é a proposição de medidas de interesse público que estejam fora da alçada da Assembleia.

Também participaram do 1° Diálogo de Proteção e Defesa Animal Ana Raquel Brandão, delegada especial de meio ambiente; Francisca Neide, do Conselho Regional de Medicina Veterinária; Ana Brandão, do Instituto Brasileiro de Estudos e Defesa das Relações de Consumo; Arnaldo de Sousa, professor de políticas públicas e estudante da causa animal há 15 anos; Edmilson Diniz, superintendente de Vigilância Sanitária; Rafael Maciel, representante da Secretaria Municipal de Saúde; João Batista Pires, coordenador do centro de controle de zoonoses de São Luís; Camila Maia, presidente da comissão de defesa e proteção animal da OAB; Fábio Augusto, coordenador de avaliação ambiental da Cemar; ONGs, protetores e representantes do Movimento Vegano de São Luís.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support