Duarte Jr faz visita técnica à Prefeitura de Florianópolis

O objetivo é implantar em São Luís experiências bem-sucedidas sobre a política de resíduos sólidos no Maranhão

Foto/Divulgação: Centrais de compostagem e processamento de podas: vice-prefeito João Batista Nunes apresenta a Duarte Jr a gestão de resíduos sólidos de Florianópolis

Na semana em que assumiu a vice-presidência da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia, o deputado Duarte Jr realizou visita técnica à Prefeitura de Florianópolis, com o objetivo de buscar experiências bem-sucedidas na coleta e tratamento de resíduos sólidos.

Duarte Jr representou o Maranhão, junto com o presidente da Comissão, o deputado Rigo Teles, em uma comitiva com deputados de Minas Gerais, Bahia, Pará e Santa Catarina, liderados pelo deputado catarinense Kennedy Nunes, presidente da União Nacional dos Legisladores e dos Legislativos Estaduais (Unale), e pelo vice-prefeito João Batista Nunes, que apresentaram as boas práticas de lixo zero responsáveis por fazer de Florianópolis uma referência nacional em boas práticas sustentáveis.

A capital de Santa Catarina é a única no país que efetua o ciclo completo dos resíduos recicláveis secos e orgânicos. Também transforma os resíduos verdes em cepilho, atendendo assim às iniciativas de agricultura urbana. Segundo a Companhia de Melhoramentos da Capital (Comcap), a cidade recolhe 18 mil toneladas por mês, o que dá 700 toneladas por dia.

Cerca de 6% de tudo que é coletado pela Comcap é reciclado, um resultado muito acima da média nacional, que é de 3%, segundo a Abrelpe, Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. Só em 2018, Florianópolis processou 616 toneladas de restos de alimentos no pátio de compostagem operado pela Comcap, em parceria com a Associação Orgânica e a Universidade Federal de Santa Catarina. Também foram processadas 2,8 mil toneladas de resíduos de podas efetuadas pela limpeza pública ou por entrega voluntária.

Para Duarte Jr, o Maranhão deve se espelhar no exemplo catarinense e efetivar parcerias do poder público com instituições e a sociedade civil. “Assim como Florianópolis, São Luís é uma ilha e também vamos trabalhar para conseguir dar exemplo de respeito e defesa do meio ambiente. O lixo ainda é um drama que precisamos enfrentar com responsabilidade e consciência para garantir um desenvolvimento sustentável para o Maranhão”, analisa Duarte Jr.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support